Menu Content/Inhalt
InÝcio arrow Mensagens arrow ╔ PRECISO AFIAR O MACHADO
╔ PRECISO AFIAR O MACHADO PDF Print E-mail

Num certo dia, um empregado apresentou-se  numa fazenda pedindo trabalho. Como houve vaga, acertaram o preço e o novo empregado iniciou o trabalho no dia seguinte ...

Num certo dia, um empregado apresentou-se  numa fazenda pedindo trabalho. Como houve vaga, acertaram o preço e o novo empregado iniciou o trabalho no dia seguinte. Recebeu do patrão um machado bem afiado e a ordem de iniciar a derrubada.Como é de costume nestes casos, o operário faria um período de experiência. Passados alguns dias, o patrão foi examinar o trabalho de seu novo empregado. Este, no 1° dia, derrubara 200 árvores, no 2° dia, abatera 150. Mas o 3° dia foi ainda pior: baixou para 130!!!Intrigado, o patrão quis saber se o empregado vinha trabalhando menos. Por acaso chegara ele mais tarde? Não, ele estava chegando mais cedo. Então ele estaria demorando mais entre um golpe e outro do machado? Não, ele estava batendo cada vez mais ligeiro...Tudo parecia um mistério, quando o patrão olhou o machado, bastante judiado. Perguntou então ao empregado quantas vezes afiara o machado.“Estive tão ocupado em derrubar árvores, que não tive tempo de afiar o machado... respondeu candidamente o empregado.” Parece-me que na vida, por vezes, imitamos o cortador de árvores. Levamos muito à sério nossas atividades e nos preocupamos tanto, que acabamos produzindo pouco. Esquecemos de afiar o machado e isto acontece em todas as profissões. Todos nós, de tempos em tempos, precisamos parar. Rever nosso trabalho, nossos métodos, sacudir o pó da rotina, recomeçar com alma nova.Em outras palavras, precisamos AFIAR O MACHADO de vez em quando. Caso contrário, estaremos produzindo cada vez menos, com um trabalho cada vez mais estafante.